Vereador Eduardo Sanches

O vereador Eduardo Sanches (PSL), foi até Cuiabá na tarde desta segunda-feira, 22, entregar pessoalmente um ofício, protocolado na Presidência da Assembleia Legislativa de Mato Grosso (ALMT) e Governadoria, destinado aos deputados e governador. No documento consta sua manifestando contrária, em relação à possível antecipação de feriados, proposta pelo atual governador Mauro Mendes (DEM).

De acordo com o governo a medida tem por fim, reduzir a circulação de pessoas para não aumentar ainda mais o contágio pela Covid-19. Consta na proposta do governador, que deverá ser decretado feriado do dia 24 ao dia 26 (quarta, quinta e sexta) e também nos dias 1º e 2 de abril (quinta e sexta).

As medidas anteriores a essas, resultaram em inúmeras empresas fechadas, empregos perdidos, e diversos problemas financeiros de famílias que sobrevivem do varejo, Sanches pontuou que tem ciência da atual situação, porém, as novas medidas serão ineficazes. “As novas restrições podem aumentar ainda mais as aglomerações, afetarão negativamente a economia, podendo gerar fome e ainda mais desemprego”, esclareceu.

No ofício o vereador também cita sugestões ao governo como: a volta da classificação de Zona de Risco, onde ocorre a adoção de medidas restritivas de controle e combate ao Coronavirus em três níveis de classificação, Muito Alto, Alto e Moderado. “Solicitamos ainda a intensificação das medidas de prevenção e controle da contaminação como centros de testagem, tratamento precoce e flexibilização dos horários restritivos para que não haja aglomerações”, pontuou Eduardo.