Sessão da AL

Deputados estaduais rejeitaram a proposta do Governo do Estado que visava a antecipação de cinco feriados como medida para conter a disseminação da Covid-19 em Mato Grosso. Por maioria ampla dos votos, o projeto de lei encaminhado pelo governador Mauro Mendes acabou sendo rejeitado.

A proposta foi rejeitada por 22 votos. Apenas o deputado do PT, Lúdio Cabral votou favorável à medida.

Mendes queria implementar uma espécie de “feriadão” de 10 dias. O objetivo da medida é aumentar o isolamento social e conter a proliferação da Covid-19. Conforme o presidente da Assembleia Legislativa, Max Russi (PSB), os parlamentares entenderam que apenas decretar o “feriadão” não seria o bastante. Para eles, seriam necessárias, medidas mais rígidas.

“Nós colocamos todas as dificuldades, e um dos argumentos da votação é que os vários deputados disseram que os feriados por si só não trariam benefício ao momento de pandemia”, disse após anunciar a rejeição do projeto.

Com Mídia News

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui