Cada botijão passará a custar R$ 39,69 nas refinarias

DIRCEU PORTUGAL/FOTOARENA/FOLHAPRESS

Reajuste de R$ 0,15 por quilo do GLP (Gás Liquefeito de Petróleo) é a terceira alta de preço do combustível em 2021

A Petrobras anunciou nesta segunda-feira (1º) que aumentou o GLP (Gás Liquefeito de Petróleo), popularmente conhecido como gás de cozinha em R$ 0,15 por quilo. Com o terceiro aumento somente em 2021, o preço do combustível subirá o equivalente a R$ 1,90 por cada botijão de 13 kg, que passará a custar R$ 39,69 nas refinarias.

O aumento anula a zeragem de impostos federais anunciado pelo presidente Jair Bolsonaro na esteira das reclamações em relação aos aumentos dos combustíveis praticados pela gestão de Roberto Castello Branco, atual presidente da companhia, que defende a paridade de preços com o mercado internacional, dando continuidade a uma prática iniciada no governo de Michel Temer e que tem garantido resultados financeiros recordes à estatal.

Os últimos aumentos dos combustíveis, anunciados em fevereiro, foram considerados excessivos por Bolsonaro, que demitiu Castello Branco pelas redes sociais e indicou o general Joaquim Silva e Luna para o seu lugar.

Nesta segunda-feira, a Petrobras confirmou ainda os aumentos do diesel e da gasolina, para R$ 2,71/litro e R$ 2,60/litro, respectivamente. Os reajustes passam a valer a partir desta terça-feira (2) nas refinarias da companhia.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui