Aline da Cruz Campos está desaparecida há um mês após ter ido para Jangada trabalhar. — Foto: Reprodução

O pai de Aline mora em Jangada e trabalha no lixão do município. A jovem viu a oportunidade de trabalhar no lugar e viajou com o marido e os quatro filhos para tentar uma vaga. Eles ficaram dois meses trabalhando no local.

No entanto, nesse período, segundo a família, após enfrentarem algumas dificuldades na cidade, os quatro filhos do casal foram morar com a avó, em Várzea Grande, região metropolitana de Cuiabá.

O pai das crianças voltou para Nossa Senhora do Livramento para procurar outro emprego, mas Aline continuou em Jangada para tentar conseguir dinheiro e retornar para casa.

A avó das crianças é cuidadora de idosos e teve o último contato com a filha no dia 17 de fevereiro. Até agora Aline não retornou as ligações e a família disse que está preocupada com o sumiço dela.

“Se alguém desse lugar falasse para ela voltar porque as crianças estão muito preocupadas. Eu estou muito aflita, não sabemos o que está acontecendo”, disse a mãe.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui