Valor da gasolina já subiu pela quinta vez neste ano — Foto: Reprodução

Por G1 MT

Entre janeiro e fevereiro deste ano, o litro da gasolina ficou em média R$ 0,30 mais caro em Mato Grosso. Segundo a Agência Nacional do Petróleo (ANP), o preço médio em janeiro era de R$ 4,583 e em fevereiro, R$ 4,839. O etanol e o óleo diesel também aumentaram.

Desde junho do ano passado, o valor pago por um litro de combustível só vem aumentando.

A gasolina comum é o combustível mais utilizado e o que mais teve aumento nos preços. Este ano houve reajuste de 7,9% para as revendedoras. Em janeiro alguns postos cobraram até R$ 4,799 pelo litro. Já em fevereiro, o litro chegou a ser comercializado por R$ 5,199.

A ANP faz o levantamento dos valores semanalmente de acordo com postos e distribuidoras de todo o estado. Além da gasolina comum, a Agência também coleta os dados do etanol, óleo diesel, gás GLP e gás GNV.

Cadeia de comercialização dos combustíveis — Foto: Arte/G1

Cadeia de comercialização dos combustíveis — Foto: Arte/G1

O etanol hidrato, assim como a gasolina, teve um aumento significativo no preço. Em janeiro deste ano, o preço médio era de R$ 3,216 e em alguns postos chegava a custar R$ 3,499. Em fevereiro o valor médio foi de R$ 3,255, mas em alguns postos o litro foi encontrado a R$ 3,679.

Em relação ao óleo diesel, o preço médio em janeiro foi de R$ 3,885. Em alguns postos de Mato Grosso, o valor chegou a R$ 4,119. Em fevereiro, o preço médio subiu para R$ 4,099 e o valor encontrado em alguns postos foi de R$ 0,50 mais caro, chegando a R$ 4,559.

De acordo com o Índice de Preços Ticket Log (IPTL), o valor do diesel encontrado nos postos de Mato Grosso é o maior, em comparação aos outros estados da região Centro-Oeste.

A região teve um aumento de 5,81% nos preços em fevereiro e só perde para a região Norte que teve o maior índice.

Nesta semana, a Petrobras reajustou pela quinta vez no ano o preço da gasolina, e pela quarta, o do diesel. Em dezembro, o litro da gasolina custava em média R$ 1,84. Já o do diesel saía a R$ 2,02.

Lucro recorde

A Petrobras encerrou o quarto trimestre de 2020 com lucro recorde de R$ 7 bilhões, apesar do momento de crise. Segundo a Economatica, o resultado é tanto recorde nominal entre as empresas brasileiras como também quando se ajustam os valores dos maiores lucros da história pela inflação.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui