Uma grávida, de 31 anos, foi picada por uma cobra jararaca enquanto estendia roupa no varal em uma fazenda que fica na rodovia MT-325 em Alta Floresta — Foto: Divulgação

Por Anderson Hentges, G1 MT e TV Centro América

Uma grávida, de 31 anos, foi picada por uma jararaca, espécie de cobra venenosa, enquanto estendia roupa no varal em uma fazenda que fica na rodovia MT-325 em Alta Floresta, a 800 km de Cuiabá. O incidente ocorreu na segunda-feira (22).

Nervosa após ser picada, a mulher acabou matando a cobra com uma vassoura.

A gestante foi atendida pelo Corpo de Bombeiros e encaminhada ao Hospital Regional da cidade.

Ela estava consciente, mas disse que sentia ânsia de vômito e uma dor intensa no tornozelo direito, onde foi picada.

Ainda de acordo com os bombeiros, a cobra era filhote e tinha aproximadamente 30 centímetros de comprimento.

Orientações

Caso seja picada, a vítima deve procurar o serviço médico mais próximo para receber o soro antiveneno.

O soro pode ser polivalente, para uso nos casos em que a espécie do animal é desconhecida, ou específico – no caso de identificação da cobra.

É importante levar uma identificação do animal ou até mesmo o réptil (dentro de um local que o armazene com segurança) para facilitar na hora de identificar a picada e administrar o medicamento.

O local da picada deve ser lavado apenas com água e sabão. Não é orientado que se passe algum tipo de medicamento nada ferida até que a mesmas seja avaliada por um médico.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui