Mato Grosso chegou a pedir ajuda a outros estados, mas não teve resposta — Foto: Reprodução / RBS TV

Por Kethlyn Moraes, G1 MT

Em Mato Grosso, 214 pacientes estão aguardando por um leito de Unidade de Terapia Intensiva (UTI) pela rede do Sistema Único de Saúde (SUS) em Mato Grosso. Os dados são da Secretaria Estadual de Saúde (SES) até esse domingo (28).

O estado está com as UTIs lotadas desde o dia 7 de março, quando 59 pessoas estavam na fila e o secretário de Saúde Gilberto Figueiredo chegou a pedir ajuda a outros estados para transferir pacientes.

Como a situação nos estados vizinhos também está crítica, Mato Grosso não conseguiu essa ajuda. Desde então, a fila por vagas não para de crescer. Em 22 dias, esse número aumentou 262%.

Segundo o Painel Covid-19, dos 21 hospitais que atendem as regionais de saúde em Mato Grosso, 15 estão lotados. O restante está acima de 88%.

A taxa de ocupação total média é de 96%.

Segundo Gilberto Figueiredo, os leitos ainda disponíveis são planejados e reservados para atender pacientes que já estão internados em enfermarias.

Covas para vítimas de Covid-19 — Foto: Michael Dantas/AFP

Covas para vítimas de Covid-19 — Foto: Michael Dantas/AFP

Mês mais fatal

 

Março está sendo o mês mais fatal de toda a pandemia. Desde o dia 1º até a manhã desta segunda-feira (29), já foram 1.622 mortes por Covid-19. O número já superou, na semana passada, o pico da pandemia, que até então era julho de 2020, quando Mato Grosso registrou 1.213 mortes. Veja os dados no gráfico abaixo:

Mortes por Covid-19 em MT, por mês
Mortes00111152525665661.2131.2139699696466463963962892893783786096096776771.6221.622Mar/20Abr/20Mai/20Jun/20Jul/20Ago/20Set/20Out/20Nov/20Dez/20Jan/21Fev/21Mar/21*0500100015002000
Fonte: SES/MT – * Os dados de Março de 2021 são parciais, até o dia 29/03

O estado agora totaliza 7.462 óbitos causados pelo coronavírus e 303 mil pessoas infectadas de acordo com a Secretaria Estadual de Saúde (SES).

Do dia 1º até 19 de março, foram confirmadas 35.507 mortes pela Covid-19, segundo dados apurados pelo consórcio de veículos de imprensa junto às secretarias de Saúde do país. É o maior número de mortes registradas em um período mensal desde o início da pandemia, 12 dias antes do final do mês.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui