Ao todo, no Estado, a Secretaria de Estado de Saúde (SES-MT) investiga 23 casos suspeitos de reinfecção

Com o avanço da pandemia do novo Coronavírus, a confirmação de 144 mortes em decorrência da doença em Tangará da Serra e o total de 9.442 casos de tangaraenses contaminados pelo vírus, conforme revela boletim desta quinta-feira, 04, a preocupação com a possibilidade de reinfecção pela COVID-19 tem se tornando constante.

Contudo, a coordenadora da Vigilância Epidemiológica do Município, enfermeira Juliana Herrero, informa que não há ainda qualquer registro de caso de reinfecção pelo Coronavírus em Tangará da Serra.

Em outros Municípios de Mato Grosso, porém, já há relatos da reinfecção. Ao todo, no Estado, a Secretaria de Estado de Saúde (SES-MT) investiga 23 casos suspeitos de reinfecção por COVID-19. Essas investigações ocorrem com base nos exames realizados na rede pública pela Secretaria.

REINFECÇÃO

De acordo com a SES, a reinfecção ocorre quando a pessoa se recupera da doença e algum tempo depois, adoece novamente. Para se confirmar uma nova contaminação é necessário provar que o código genético do primeiro vírus seja diferente do segundo.

NO PAÍS

No Brasil, autoridades em saúde já confirmaram cinco casos de reinfecção pelo vírus. O primeiro foi informado pelo Ministério da Saúde em 9 de dezembro. O caso foi confirmado em uma médica de 37 anos que mora em Natal.

Em Mato Grosso, na última terça-feira, 02, o governo confirmou que a primeira-dama do Estado, Virginia Mendes, está em isolamento social após ter sido testada positivo pela COVID-19 pela segunda vez.

VEJA NOVO BOLETIM DIÁRIO DA COVID-19

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui