Por G1 MT

Um homem seria o autor do crime, mas ele não foi localizado até esta terça-feira (22).

O assassinato ocorreu por volta de 19h40 no bairro Castelo dos Sonhos.

Os policiais encontraram a vítima sendo atendida pela equipe do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu), que constatou que ela já estava sem sinais de vida.

O caso é investigado pela Polícia Civil. Não há informações sobre a motivação do crime.

Domingas Cecília, de 49 anos, era doméstica e estava indo trabalhar quando foi assassinada — Foto: Arquivo pessoal

Domingas Cecília, de 49 anos, era doméstica e estava indo trabalhar quando foi assassinada — Foto: Arquivo pessoal

 

Uma empregada doméstica de 49 anos foi morta esfaqueada neste sábado (19) pelo ex-namorado dela, Alecino Anunciação de Santana, na Avenida Carmindo de Campos, em Cuiabá. Domingas Cecília da Silva Oliveira estava no caminho para o trabalho quando foi assassinada. Imagens da câmera de segurança de um estabelecimento na região mostram o momento do crime. O suspeito foi preso.

Franciele Cosmo Oliveira, de 22 anos, foi atacada pelo suspeito com golpes de capacete e facadas e morreu — Foto: Divulgação

Franciele Cosmo Oliveira, de 22 anos, foi atacada pelo suspeito com golpes de capacete e facadas e morreu — Foto: Divulgação

Outra jovem foi assassinada a facadas na noite desse domingo (20) pelo marido dela em Primavera do Leste, a 239 km de Cuiabá. Segundo a Polícia Civil, Franciele Cosmo Oliveira, de 22 anos, foi atacada pelo suspeito com golpes de capacete e facadas.

Feminicídios

O número de casos de feminicídio aumentou 42% em Mato Grosso em 2020 em comparação com 2019. Os dados da Secretaria Estadual de Segurança Pública (Sesp) apontam que foram 54 casos entre janeiro e novembro deste ano. No mesmo período do ano passado foram 38.

Já os homicídios de mulheres, não qualificados como feminicídio, foram 36 neste ano. No mesmo período do ano passado foram 43, uma redução de 16%.

Ao somar os feminicídios e homicídios de vítimas femininas, são 90 casos contra 81 no mesmo período de 2019, o que representa um aumento de 11% em ocorrências do tipo.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui