Espingarda de pressão modificada para calibre 22 foi encontrada, com uma munição intacta

Uma cena violenta acabou sendo presenciada por vizinhos, Polícia Militar e pela própria filha de um casal preso por se agredir em Tangará da Serra. A motivação para o referido episódio seria uma traição descoberta pela mulher.

O ato de violência doméstica que culminou na detenção de marido e mulher, terminou com ambos em luta corporal no meio da rua, na região central da cidade. De acordo com o boletim da ocorrência, a mulher flagrou mensagens trocadas por seu marido com outra, pelo celular.

“A guarnição foi acionada via 190 para verificar uma briga em residência. Ao chegar no local, avistamos o casal em briga na via pública, por causa de um celular, que o suspeito foi flagrado traindo sua mulher. A suspeita relatou que não foi agredida e nem ameaçada, já em conversa com o suspeito, o mesmo relatou que sofreu agressões, que ela o acertou com tapas, murros e mordidas nas costas e rosto, diante da afirmativa do mesmo a suspeita foi algemada, onde ofereceu resistência, sendo necessário o uso de técnicas de imobilização”, relatou o boletim.

Ainda segundo a Polícia Militar, a filha da mulher relatou que o suspeito tinha armas de fogo na casa, e que ele as usava para ameaçar sua mãe. Após busca domiciliar, uma espingarda de pressão modificada para calibre 22 foi encontrada, com uma munição intacta. Diante dos fatos ambos, ambos foram conduzidos ao CISC.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui