Da Redação – Fabiana Mendes

Uma menina de dois anos teve que ser internada no Hospital Regional de Rondonópolis (a 216 quilômetros de Cuiabá), na noite de quarta-feira (22), em decorrência de maus-tratos. A vítima apresentava várias lesões no corpo, inclusive suspeita de trauma craniano. O Conselho Tutelar suspeita que os episódios de violência estariam acontecendo há muito tempo.

Criminoso morre após ser baleado por policiais militares durante perseguição

A criança deu entrada na unidade médica levada pelo Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu), depois de um suposto episódio de engasgamento. No local, a equipe de atendimento observou os sinais no corpo da menina e acionou a Polícia Militar e o Conselho Tutelar.

A conselheira Josiane Ourives Gentil, que atuou no caso, comentou sobre a situação da criança. “Em todos esses anos que eu estou no Conselho, eu nunca vi uma criança tão machucada na minha vida. Ela tem várias marcas de mordida pelo corpo, marcas que parecem queimadura. O médico falou que provavelmente ela tem costelas quebradas, possível traumatismo craniano. Ela está com uma desnutrição gravíssima”, disse.

Diante do estado de saúde da vítima, ela deve ser transferida para uma Unidade de Terapia Intensiva (UTI) na Santa Casa. “Eu fiquei sem saber o que fazer, naquele primeiro momento. É muita maldade para uma criança. Nem um adulto merecia aquilo”, comentou a conselheira. “Não tem como dizer que aquela criança não foi maltratada e que vem sofrendo há muito tempo”, disse.

Os pais da criança estariam há pouco tempo no município e negaram maus-tratos. A PM encaminhou o casal à 1ª Delegacia de Polícia de Rondonópolis, onde foi autuado e preso.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui