Por G1 MT

A assessoria do médico confirmou que o estado dele é crítico e que os pulmões ainda estão muito inflamados.

Nas redes sociais, o médico fez uma publicação no dia 23, data em que foi internado.

“Eu tive que vir transferido para o Hospital Sírio Libanês em São Paulo, para eu conseguir ter um recuperação mais rápida e segura, com indicação dos nossos médicos de Mato Grosso”, afirmou.

Na época, ele relatou que os sintomas da doença ainda eram instáveis e informou que seus familiares e pessoas próximas dele não tinham sido diagnosticadas com a Covid-19.

No entanto, ele precisou ir para a UTI, já que não apresentou melhoras.

O médico também fez um apelo à população para que tome os cuidados necessários para evitar a infecção pelo vírus.

“Deixo o meu apelo, se cuidem! Usem Máscara, álcool gel e pratiquem o distanciamento social. Não brinquem com a vida de vocês!”, pediu.

A Secretaria Estadual de Saúde (SES) notificou, até essa terça-feira (29), 178,5 mil casos confirmados da doença e 4,4 mil mortes no estado.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui