Por G1 MT

Um total de 15,7% preferem comprar direto no site das marcas, 5,9% devem comprar pelos aplicativos das lojas, 5,9% preferem sites de comparação de preço e 2,0% através das redes sociais.

Ao todo, 54% dos ouvidos disseram que pretendem fazer compras nessa data; 60,6% não pretendem antecipar as compras de Natal e 30,9% pretende adiantar a compra de presentes e 8,5% ainda não sabem.

Os produtos mais desejados na Black Friday, são roupas e calçados (41,8%), seguidos de eletrodomésticos com 20,5%, celulares, smartphones e produtos de informática com 9,0%, móveis em geral com 6,6%, TVs e aparelhos som e afins com 6,6%, entre outros.

Entre os que irão comprar neste período de promoção a maioria pretende gastar mais de R$ 3 mil (9,7%), de R$ 2 a R$ 3 mil (7,5%), de R$ 1 a R$ 2 mil (16,1%), de R$ 800 a R$ 1 mil (10,8%), de R$ 600 a R$ 800 reais (1,1%), de R$ 400 a R$ 600 (24,7%), de R$ 200 a R$ 400 (12,9%), até R$ 200 (12,9%), sendo que 44,3% ainda não definiram um valor para os gastos.

A pesquisa foi realizada entre os dias 3 e 13 de novembro e entrevistou150 pessoas nos principais pontos comerciais da capital. A idade dos entrevistados é em média de 34 anos, sendo que 37,3% foram do sexo masculino e 62,7% do sexo feminino.

A escolaridade dos entrevistados era de 8,1% do ensino fundamental, 54,1% ensino médio, 31,8% com ensino superior e 6,1% com pós-graduação.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui