Assessoria | Polícia Civil-MT Por DS

A equipe da Derrfva avaliou os veículos que não possuem mais relevância processual, além daqueles que possuem grandes débitos administrativos a serem regularizados e que diante da situação atual do bem não possuem valor econômico

Mais de 165 veículos, entre carros e motocicletas, serão destinados à reciclagem em mais uma etapa da operação Pátio Limpo realizada pela Delegacia Especializada de Repressão a Roubos e Furtos de Veículos (Derrfva) em parceria com o Departamento Estadual de Trânsito (Detran-MT). Os trabalhos de prensa dos veículos iniciaram nesta quinta-feira, 5, e estenderão durante o final de semana.

A operação tem o objetivo de dar a correta destinação aos bens custodiados na delegacia especializada e fazer a prensa de 166 veículos, sendo 47 carros, e 119 motocicletas, além de materiais ferrosos como câmbio e outras peças automotivas.
Para encaminhamento à reciclagem, a equipe da Derrfva avaliou os veículos que não possuem mais relevância processual, além daqueles que possuem grandes débitos administrativos a serem regularizados e que diante da situação atual do bem não possuem valor econômico.
O delegado titular da Derrfva, Gustavo Garcia Francisco, destaca que a ação integrada atende uma necessidade antiga da unidade garantindo um ambiente higienizado, adequado às questões ambientais, assim como dá a correta destinação dos veículos que há anos estavam custodiados no pátio da delegacia.
“Mais uma fase da operação com objetivo de garantir toda a limpeza do terreno que será entregue pronto ao estado para ser utilizado para outras finalidades de acordo com as normativas ambientais”, destacou o delegado.
Também destacando as normas de proteção ao meio ambiente, o presidente do Detran-MT, Gustavo Vasconcelos, ressaltou a importância da parceria com a Polícia Civil para concretização da operação. “As atividades de reciclagem e limpeza de pátios são prioridades dessa gestão, com objetivo de entregar um ambiente adequado, garantindo a saúde e segurança dos servidores e da população”, falou Vasconcelos.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui