Presidente dos EUA é alvo de críticas e corre o risco de ser afastado após incentivar a ação de seus apoiadores em Washington

 Do R7

O presidente dos EUA, Donald Trump, comentou nesta terça-feira (12) o pedido de impeachment feito pelo partido Democrata e a possibilidade de ser afastado do cargo dias antes de deixar o cargo.

Trump disse a jornalsitas momentos antes de viajar ao Texas que seu segundo pedido de impeachment é a “continuação da maior caça às bruxas da história da política”.

O pedido de impeachment apresentado, na segunda-feira (11), alegava que Trump incitou uma “insurreição”. Antes disso, os congressistas tentaram acionar a 25ª emenda da constituição, que paassaria o poder ao vice-presidente, Mike Pence, mas os republicanos na Câmara conseguiram barra a medida.

O bilionário é alvo de críticas após ter realizado um comício para seus apoiadores questionando o resultado das urnas em novembro. As falas do presidente acabaram incentivando os atos violentos que aconteceram no Capitólio, na última quarta-feira (6).

A invasão

Os apoiadores de Trump se organizaram pelas redes sociais e com o apoio do presidente para uma manifestação contra a certificação de Joe Biden como vencedor das eleições presidenciais.

A mobilização ocorre porque os eleitores do presidente defendem que houve fraude para beneficiar o candidato democrata. Isso porque alguns estados tradicionalmente republicanos votaram em Joe Biden.

Uma multidão se concentrou diante do Capitólio carregando bandeiras e cartazes, mas um grupo de dezenas de manifestantes conseguiu entrar no prédio na tentativa de invadir a sessão do Congresso.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui