Lojas de roupas — Foto: Pixabay

Por Leandro Maia, TV Centro América

Foram abertos mais de 30 mil pequenos negócios nestas áreas nesse período. Os dados são divulgados no Portal do Empreendedor.

A analista do Sebrae, Erika Cunha, explica que o segmento de cabeleireiro, manicure e pedicure está em primeiro lugar no Brasil. “Ele (setor) está sempre inovando e trazendo coisas novas. Nesse período de pandemia, eu vejo que foi um segmento muito afetado, porém, aquelas pessoas que inovaram e trouxeram modernidade para o negócio tiveram êxito”, avalia.

Outra atividade que lidera a lista em Mato Grosso é a dos profissionais que atuam na construção civil. São mais de 11.300 empreendedores cadastrados.

“Em todo negócio, você tem uma concorrência, mas é preciso ter um diferencial de mercado para conseguir permanecer no mercado. Então, as empresas estão se arriscando com redes sociais, ter mais contato com o cliente e atender as necessidades dos clientes para que eles possam ter mais êxito na sua empresa”, afirma.

Mariana Cunha sempre desejou ser dona do próprio negócio. Essa ideia deu tão certo que o primeiro trabalho dela foi na loja que ela mesma montou aos 22 anos.

A loja virtual foi criada em outubro de 2020 com um investimento de R$ 10 mil em produtos e para divulgar as roupas nas redes sociais ela precisou comprar um aparelho celular melhor para tirar fotos em alta resolução.

“Eu acho que a foto, a imagem do produto conta muito, então tem que investir nisso. Nas redes sociais eu mostro os bastidores, meu produto, tiro foto e estou todo dia postando alguma coisa. Assim que eu conquisto meus clientes, com o produto e atendimento bons”, afirma.

Assim como Mariana, Maria Aparecida Santos também conseguiu a realização de um sonho. Ela montou o próprio salão de beleza do jeito que sempre quis e conta os desafios para conquistar o próprio negócio.

“Tudo tem que ser planejado, indico para as pessoas que também estão na luta querendo montar seu próprio negócio, mas não é fácil. Você tem que ter uma organização, primeiro tem que ter as clientes para montar. Eu não posso abrir uma porta se eu não tenho a cliente”, afirma.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui