Unemat em Tangará da Serra

A Pró-Reitoria de Assuntos Estudantis (Prae) da Universidade do Estado de Mato Grosso (Unemat) publicou o Edital de Auxílio Inclusão Digital para concessão de um chip com pacote de dados de 10 gigabytes para os acadêmicos com vulnerabilidade socioeconômica.

O objetivo é apoiar a participação dos estudantes nas atividades de Ensino Remoto Emergencial. Serão três etapas: a 1ª etapa beneficia os alunos da graduação; já a 2ª etapa beneficia os alunos da pós-graduação; e a 3ª etapa beneficia os alunos de graduação e pós-graduação que não foram beneficiados, conforme demanda e disponibilidade de chips.

As inscrições da 1ª etapa encerraram ontem. As inscrições da 2ª etapa vão de 29 de março a 4 de abril e as da 3ª etapa são de 1º de abril a 2 de maio. Podem participar alunos da graduação e da pós-graduação. O resultado preliminar da 1ª etapa será divulgado no dia 25 de fevereiro, e o resultado final no dia 2 de março.

São considerados vulneráveis os estudantes com renda per capita de até um salário mínimo e meio, conforme política nacional de Assistência ao Estudante, definida pelo Fórum de Pró-Reitores de Assuntos Comunitários e Estudantis (Fonaprace) das instituições públicas de Ensino Superior do Brasil. O auxílio concede um semicondutor, popularmente chamado de chip, com capacidade de tráfego de informações de até 10 gigabytes, renovados mensalmente até 31 de julho, podendo o auxílio ser prorrogado.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui