Por G1 MT

Com isso, espera-se que a lista de espera de pacientes pela cirurgia diminua, pois, devido ao acontecimento da pandemia da Covid-19, todas as cirurgias eletivas foram adiadas desde março de 2020.

Todos os anos, a Ong Smile Train realiza esse mutirão nas principais capitais do país. Cada local recebe a visita de um cirurgião plástico ou equipe para realizar as cirurgias de reparação da fissura labiopalatina junto com a equipe local, trocando experiências.

De acordo com a responsável pelo Serviço de Reabilitação de Fissuras Lábio Palatinas do HG, Yolanda Barros, a iniciativa visa oferecer tratamento multidisciplinar especializado a quem está nesta fila.

“Esse ano, devido a pandemia tivemos que paralisar as cirurgias, porém não podemos deixar esses pacientes sem realização desta importante etapa cirúrgica. Como agora a situação está melhorando iremos atender esses pacientes, em forma de mutirão, até meados de dezembro”, explica a doutora.

Yolanda explica que a cirurgia de reparação é de extrema relevância, na qual a transformação física e psicológica é imediata.

Serão cerca de 25 cirurgias neste mutirão, a maioria em crianças, jovens e adultos com essa malformação. O hospital é procurado, principalmente pacientes do interior do estadpara fazerem o tratamento de consultas ambulatoriais e as cirurgias repaoradoras.

No lábio leporino, a formação do lábio superior é incompleta, o que gera uma abertura entra e boca e o nariz do bebê. Isso acontece por conta que as duas partes da face não se uniram adequadamente na gestação.

A fenda palatina ocorre quando o palato (céu da boca) não se fecha. As fissuras do lábio leporino e palatina podem levar a desnutrição, má formação da dentição, dificuldades para desenvolver a fala, dentre outros problemas.

Durante o mutirão serão atendidos desde crianças de dez meses de idade até adultos na faixa dos 54 anos.

De acordo com Yolanda, Mato Grosso tem uma prevalência significativa de crianças de etnia indígena com malformações orofaciais e estas também são tratadas no Hospital Geral e Maternidade de Cuiabá, que é credenciado pelo Ministério da Saúde como Referência na reabilitação das fissuras Labiopalatinas.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui