Por Ianara Garcia, G1 MT e TV Centro América

Ele passou por audiência de custódia com o juiz Lídio Modesto da Silva Filho, da Quarta Vara Criminal. O magistrado converteu a prisão dele em flagrante para preventiva.

A vítima foi morta esfaqueada neste sábado (19) pelo ex-namorado, Alecino Anunciação de Santana, de 40 anos, na Avenida Carmindo de Campos, em Cuiabá.

Domingas estava no caminho para o trabalho quando foi assassinada. O copo dela foi enterrado nesse domingo em Barão de Melgaço, onde vivem famiiares.

No vídeo, o ex-namorado chega de bicicleta e para ao lado da vítima, que é agredida com socos e chutes e, em seguida, esfaqueada no pescoço.

O suspeito foi preso na casa dele logo após ser identificado como autor do crime.

De acordo com o delegado Anderson Veiga, da Delegacia Especializada de Homicídios e Proteção a Pessoa (DHPP), Domingas teve um relacionamento com Alecino por dez anos e já havia registrado denúncias contra o ex-companheiro por violência doméstica.

Domingas Cecília, de 49 anos, era doméstica e estava indo trabalhar quando foi assassinada — Foto: Arquivo pessoal

Domingas Cecília, de 49 anos, era doméstica e estava indo trabalhar quando foi assassinada — Foto: Arquivo pessoal

Domingas saía todos os dias de casa por volta das 05h15 para o seu local de trabalho, que fica a, aproximadamente, 100 metros de sua residência, no bairro Campo Velho.

Para praticar o crime, o suspeito esperou a vítima sair e passou a persegui-la de bicicleta.

O suspeito perseguiu a vítima de bicicleta antes de matá-la — Foto: Divulgação

O suspeito perseguiu a vítima de bicicleta antes de matá-la — Foto: Divulgação

A avenida em que o crime aconteceu é movimentada, mas, por causa do horário, o comércio da região não estava aberto e a rua, vazia.

A vítima já estava morta quando o Samu chegou no local.

Com ela, foram encontradas uma mochila e uma aliança. No celular de Domingas, a polícia encontrou diversas mensagens com ameaças de morte enviadas pelo suspeito.

Com as imagens das câmeras e identificação do supeito feita pelas testemunhas, os investigadores da DHPP foram até a residência de Alecino, onde foi realizada a prisão em flagrante.

Ele foi conduzido à delegacia e após ser interrogado pelo delegado Anderson Veiga foi autuado em flagrante pelo crime de feminicídio.

Feminicídios

O número de casos de feminicídio aumentou 42% em Mato Grosso em 2020 em comparação com 2019. Os dados da Secretaria Estadual de Segurança Pública (Sesp) apontam que foram 54 casos entre janeiro e novembro deste ano. No mesmo período do ano passado foram 38.

Ao somar os feminicídios e homicídios de vítimas femininas, são 90 casos contra 81 no mesmo período de 2019, o que representa um aumento de 11% em ocorrências do tipo.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui