São carros e motos que não estão aptos a voltar a trafegar e estão há mais de um ano nos pátios sem a solicitação de retirada pelos proprietários

Cerca de 1.280 veículos e motocicletas passarão por processo de descontaminação e reciclagem, a partir desta segunda-feira, 20, em 13 pátios do Departamento Estadual de Trânsito de Mato Grosso (Detran-MT) nas cidades de Barra do Bugres, Tangará da Serra, Nova Olímpia, Campo Novo dos Parecis, Brasnorte, Juína, Castanheira, Aripuanã, Juruena, Cotriguaçu, Colniza, Juara e Porto dos Gaúchos.

A reciclagem é realizada com os veículos inservíveis, aqueles que não estão aptos a voltar a trafegar pelas vias públicas e que estão há mais de um ano nos pátios do Detran, sem a solicitação de retirada pelos proprietários. “Nessa situação, o Código de Trânsito Brasileiro autoriza os órgãos a fazerem a reciclagem, que é realizada por empresas especializadas”, explicou o diretor de Veículos do Detran-MT, Augusto Cordeiro.
O serviço é uma ação continuada do Detran-MT para a correta destinação dos materiais poluentes, manutenção da limpeza dos pátios, além da preservação da saúde pública e do meio ambiente.
O processo de descontaminação e reciclagem dos veículos inicia com a retirada da bateria, óleo, combustível e pneus, dando a empresa responsável a devida destinação exigida para cada material. Só então é feita a compactação, pesagem e envio do material para reciclagem.
Após o processo de reciclagem, o Detran-MT realiza a baixa definitiva do cadastro do veículo, para evitar novos débitos destes veículos nos anos subsequentes.
A estimativa da autarquia para este ano é reciclar até 12 mil veículos. Em 2019 foram reciclados 11.267 veículos em 61 municípios de Mato Grosso.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui