Por G1 MT

Na semana passada ele teve a prisão convertida pela Justiça e permaneceu preso. O G1 não localizou o advogado do motorista.

Pedro foi morto no dia 29 de novembro na Avenida Filinto Muller, em Várzea Grande, após o motorista jogar o carro em cima da moto que ele pilotava. Um amigo dele estava na garupa e sobreviveu. O sobrevivente afirmou que o motorista jogou carro em cima da moto de maneira intencional.

No inquérito policial coordenado pelo delegado Edson Arthur Teixeira Peixoto, o motorista, causador do acidente, foi indiciado pelos crimes de lesão corporal dolosa e homicídio doloso previstos no Código Penal Brasileiro, além de embriaguez ao volante, fuga do local de acidente e omissão de socorro, com previsão no Código de Trânsito Brasileiro (CTB).

Segundo o delegado, o suspeito assumiu o risco de produzir o resultado morte ou lesão e por isso foi indiciado pelos crimes previstos no Código Penal, sujeito a pena de 6 a 20 anos pelo homicídio, e pena que varia de dois a cinco anos pela lesão corporal.

O indiciamento também implica que ele não será julgado apenas na Justiça comum, mas também será submetido a Júri Popular.

“Ficou constato pelas imagens e depoimentos de testemunhas, que ele foi atrás das vítimas que estavam na motocicleta, ocasião em que jogou o seu veículo com a intenção de atropelá-las. O fato foi confessado pelo próprio suspeito, durante a confecção do flagrante”, disse o delegado por meio de nota.

O inquérito foi concluído e encaminhado à Justiça dentro do prazo previsto em lei, mas ainda aguarda o resultado das perícias nas imagens e nos veículos que confirmarão a intenção do suspeito na produção do resultado.

O acidente

De acordo com a Deletran, o condutor do carro estava embriagado. Diversas garrafas de cerveja foram encontradas no carro dele.

Segundo testemunhas, o piloto da moto e o motorista da caminhonete tiveram uma desavença no trânsito por causa de uma tentativa de ultrapassagem.

Caixas de cervejas encontradas no carro do motorista preso em Várzea Grande — Foto: Deletran

Caixas de cervejas encontradas no carro do motorista preso em Várzea Grande — Foto: Deletran

Nas proximidades de um motel da avenida, os veículos ficaram lado a lado, momento em que o suspeito jogou o carro intencionalmente para cima da motocicleta, causando o atropelamento e a queda dos dois ocupantes da moto.

O motorista fugiu do local e não prestou socorro. O motociclista e o passageiro foram levados pelo Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) ao Pronto Socorro Municipal de Várzea Grande (PSMVG).

Ao entrar no bairro, o motorista foi contido por populares e preso por policiais militares. De acordo com a Deletran, ele apresentava sinais de embriaguez, mas se recusou a fazer o teste do bafômetro.

A polícia conseguiu comprovar que o suspeito jogou o carro em cima da vítima. Segundo o delegado, Christian Alessandro Cabral, apesar de Pedro não ter licença para dirigir, esse fato não influenciou o acidente.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui