Por G1 MT

Em Mato Grosso a produção de uva ainda é pequena. Produtores cultivam de forma isolada, independente. Mantêm parreirais na região Sudeste, em municípios como Campo Verde, Primavera do Leste, São Pedro da Cipa, e ainda no Norte do estado, como em Nova Mutum, Sinop e Itaúba.

A produção geralmente é usada para sucos ou vendida como fruta no comércio local. Mas o interesse pelo cultivo da uva aumenta a cada ano e as possibilidades de renda, também.

O conhecimento auxiliou muito o produtor. Há dois anos ele participou de um curso com pesquisadores da Embrapa, onde encontrou as melhores opções para plantar em Mato Grosso. Antes, alguns pés rendiam de 3kg a 5kg de uva. Hoje, ele tem pés na propriedade que produzem até 20kg.

Segundo o pesquisador da Embrapa João Carlos Taffarel, a produção vem crescendo no estado.

“O desenvolvimento da produção no estado de Mato Grosso vem crescendo nos últimos anos, graças ao trabalho e ao esforço de alguns produtores entusiastas que trabalham com uvas. Eles estão trazendo novas variedades e a Embrapa vem trazendo adaptações distintas, de diferentes regiões, nós estamos conseguindo produzir uvas, principalmente na região norte do estado, que não é tradicional de produção de uvas e, com isso, dando oportunidades a pequenos produtores”.

No estado, o quilo da uva é vendido entre R$ 8 e R$ 12. O preço muda de acordo com a variedade da fruta. Geralmente, a uva consumida em Mato Grosso vem de outros estados, principalmente do Sul do país.

No caso do Josefer, a produção não é vendida. Ele consome, fornece para os amigos, parentes, faz suco e também a uva-passa, aquele ingrediente muito usado nas receitas natalinas.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui