Dinheiro, drogas e arma branca foram encontrados com os envolvidos

A Polícia Judiciária Civil de Tangará da Serra, ao receber uma denúncia, deu início às investigações que culminaram na detenção de um grupo de menores e mais um maior de idade, responsável por arquitetar e executar um roubo a um micro-ônibus de transporte privado.

De acordo com a PJC, cinco menores foram envolvidos no crime, apoiados por um maior de idade que não teve sua identidade revelada. Todos possuem passagens pela polícia.

Segundo o Chefe do Departamento de Investigação da PJC, Valmir Castrilon, os acusados teriam solicitado o serviço de transporte do veículo, que faz a linha Tangará/Barra do Bugres. Ao chegar no local indicado para buscar o suposto ‘passageiro’, o motorista foi surpreendido pela ação dos assaltantes.

“Eles solicitaram uma suposta viagem de Tangará a Barra e o motorista ao chegar no bairro Monte Líbano para pegar o passageiro acabou sendo rendido. Do motorista foi roubada uma quantia de R$ 100, um aparelho celular e um canivete. Os acusados usaram de muita violência contra o motorista, para isso eles utilizaram uma faca”, informou.

BOLETIM DE OCORRÊNCIA

O condutor do micro-ônibus, após a ação dos criminosos, se dirigiu até a delegacia onde registro um boletim de ocorrência. De posse da denúncia, os investigadores da PJC deram início a uma operação para captura dos acusados.

Em diligências um dos menores acabou sendo identificado como sendo o responsável por agendar a suposta viagem. Em seguida, os demais envolvidos também foram identificados e todos capturados, sendo todos reconhecidos pelo motorista.

DROGAS ENCONTRADAS

Durante as buscas nas residências dos envolvidos, a polícia encontro 16 porções de pasta base de cocaína. “Um deles entre os meses de dezembro e janeiro praticou três roubos na cidade. Um dos menores recentemente foi internado no socioeducativo em Cuiabá e tem cerca de uma semana que saiu do socioeducativo e já está novamente praticando roubo na cidade. O maior de idade também recentemente foi preso de posse de uma motocicleta furtada e estava disposição da Justiça, mas já estava na rua corrompendo menores para prática do crime. Todos foram autuados pelo roubo, os menores por ato infracional e o maior vai responder por corrupção de menores e pela participação no roubo”, concluiu o investigador.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui