Por G1 RS

Durante a visita de Bolsonaro, houve panelaços contra ele na capital gaúcha. [Veja o vídeo abaixo]. O evento foi fechado ao público, e o presidente deixou o local sem fazer pronunciamentos.

Panelaço é registrado em Porto Alegre durante visita de Bolsonaro

O evento foi fechado ao público e transmitido pela internet. O atual comandante, Geraldo Antônio Miotto, transferiu o cargo a Valério Stumpf Trindade.

Bolsonaro deixou o Aeroporto Salgado Filho por volta de 10h30. Antes de seguir para a cerimônia, sem usar máscara, cumprimentou policiais militares e posou para uma foto com um apoiador.

Bolsonaro tira foto com simpatizante usando foto com seu rosto no aeroporto Salgado Filho, em Porto Alegre — Foto: Josmar Leite / RBS TVBolsonaro tira foto com simpatizante usando foto com seu rosto no aeroporto Salgado Filho, em Porto Alegre — Foto: Josmar Leite / RBS TV

Bolsonaro tira foto com simpatizante usando foto com seu rosto no aeroporto Salgado Filho, em Porto Alegre — Foto: Josmar Leite / RBS TV

Na cerimônia, realizada no Centro da capital, praticamente todas as autoridades estavam sem máscara. Entre elas, o presidente Jair Bolsonaro, o vice-presidente Mourão, o governador do RS, Eduardo Leite, o prefeito de Porto Alegre, Nelson Marchezan Júnior, além do presidente da Assembleia Legislativa, Ernani Polo, e dos generais Valério Stumpf Trindade e Geraldo Antônio Miotto, comandantes do CMS, e o general Augusto Heleno.

Durante o evento, os generais Miotto e Pujol usaram os cotovelos para se cumprimentar. Porém, ao final da cerimônia, alguns presentes trocaram abraços, como o vice-presidente e seus ex-colegas militares.

General Hamilton Mourão, vice-presidente da República, abraçou ex-companheiros militares — Foto: Reprodução/YouTube/Comando Militar do SulGeneral Hamilton Mourão, vice-presidente da República, abraçou ex-companheiros militares — Foto: Reprodução/YouTube/Comando Militar do Sul

General Hamilton Mourão, vice-presidente da República, abraçou ex-companheiros militares — Foto: Reprodução/YouTube/Comando Militar do Sul

Esta é a segunda vez que Bolsonaro sai de Brasília desde 11 de março, quando o Brasil já tinha casos confirmados de coronavírus. A primeira foi quando ele visitou um hospital de campanha para a Covid-19 em Águas Lindas (GO), cidade do Entorno do Distrito Federal a cerca de 50 quilômetros da capital federal.

Além da cerimônia, também está prevista uma visita ao Centro de Operação de Combate à Covid-19 também no Comando Militar Sul. Confira abaixo a agenda oficial do presidente.

  • 7h45 a 10h – Partida de Brasília/DF para Porto Alegre/RS
  • 10h40 a 11h00 – Visita ao Centro de Operação de Combate ao Covid-19 do Comando Militar do Sul
  • 11h10 a 12h10 – Solenidade de Transmissão de Cargo de Comandante Militar do Sul
  • 13h15 a 15h30 – Partida de Porto Alegre/RS para Brasília/DF

É a única atividade prevista para Jair Bolsonaro no estado, nesta quinta. A última passagem do presidente no RS foi em dezembro do ano passado, quando ele participou da 55ª Cúpula do Mercosul, em Bento Gonçalves, na serra gaúcha.

Antes disso, em agosto, o presidente inaugurou um trecho duplicado da BR-116, em Pelotas, na Região Sul do estado. Já em maio de 2019, Bolsonaro participou da Festa Nacional da Artilharia, que homenageava o marechal Emílio Luiz Mallet em Santa Maria, na Região Central do estado.

É a primeira visita de Bolsonaro ao RS durante a crise do coronavírus. Até a noite de quarta (29), o estado gaúcho tinha 1.420 contaminados e 51 mortos pela Covid-19. No Brasil, são mais de 5,4 mil mortos e 72 mil casos confirmados.

A visita também ocorre em meio à mudança no Ministério da Justiça e Segurança Pública após a renúncia de Sérgio Moro e à tentativa de trocar a direção da Polícia Federal. No dia anterior, Bolsonaro discursou na posse do novo ministro, André Mendonça.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui