A diretora do Serviço de Saneamento Ambiental de Rondonópolis (Sanear), Terezinha Silva de Souza, de 53 anos, foi assassinada a tiros na manhã desta sexta-feira (15) no Centro de Rondonópolis — Foto: Facebook

Por G1 MT

Até o momento, a Polícia Civil disse que já ouviu mais de dez pessoas no inquérito e agora espera pelos laudos periciais.

Terezinha comandava o Sanear desde 2017. Ela foi morta no dia 15 de janeiro, quando estava a caminho do trabalho.

De acordo com informações da Polícia Militar, Terezinha estava em uma caminhonete oficial da companhia, conduzida por um funcionário da Sanear, quando dois homens em uma motocicleta se aproximaram deles e dispararam contra a diretora. Eles atiraram contra ela pelo menos sete vezes.

Segundo a polícia, o funcionário da Sanear dirigiu até a Santa Casa de Rondonópolis e pediu socorro, mas Terezinha não resistiu e morreu. O funcionário não foi atingido no ataque.

No local do crime os policiais encontraram seis cápsulas de arma de fogo. O caso será investigado pela Polícia Civil. A princípio os suspeitos não levaram nenhum pertence da vítima.

Os dois fugiram do local e não foram encontrados.

A Sanear é responsável pela administração do sistema de captação, tratamento e abastecimento de água, coleta e tratamento de esgoto sanitário de Rondonópolis.

O crime ocorreu por volta de 7h na Rua Otávio Pitaluga.

Até agora, duas pessoas foram presas suspeitas pelo assassinato, mas a Polícia Civil descartou a participação delas.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui